Loading...

Categorias

Canal da Ilha

Quem foi George Meliès

[cws_sc_dropcap]O[/cws_sc_dropcap]francês George Meliès, nascido em Paris no ano de 1861, foi um grande ilusionista e cineasta.

INÍCIO DE UMA GRANDE HISTÓRIA

Sua história com o cinema surgiu quando os irmãos Lumière, criadores do cinematógrafo, exibiram pela primeira vez para o público sua invenção. O filme documental exibido que mostrava a chegada de um trem na estação, fez George Meliès se apaixonar pelo surgimento da sétima arte.

A partir disso, George começou a criar experimentos que se tornariam essenciais para a indústria cinematográfica, como a produção de efeitos especiais, dos gêneros, dos roteiros e do stop motion (técnica de filmagem quadro-a-quadro que dá movimento a objetos estáticos). Além disso, ele aparelhou estúdios com luzes, cenários deslocáveis, camarins e ambientes reservados aos atores, entre outros.

PRODUÇÕES DE GEORGE

Considerado o pai dos efeitos especiais e da ficção científica, George produziu mais de 500 filmes ao longo da carreira, entre eles “A Orquestra de um Homem Só” (1900), “O Homem da Cabeça de Borracha” (1901) e “Viagem à Lua” (1902), seu filme de maior sucesso. Ele costumava se transformar nos personagens presentes nas suas obras, abusando do espaço cenográfico e utilizando maquiagens e figurinos exagerados.

Proprietário do teatro Robert-Houdin e da produtora Star Films, George Meliès declarou estado de falência devido a competitividade do mercado na época.

Muitas de suas obras acabaram se perdendo e se destruindo após a Segunda Guerra Mundial.

Apesar destes grandes feitos que proporcionaram uma mudança na linguagem cinematográfica, Meliès foi negligenciado e esquecido. Mas, felizmente, seu legado foi resgatado e seu nome foi reconhecido depois de muito tempo.

Sem as suas contribuições, o cinema não teria atingido o nível que possui atualmente.

Sem as suas contribuições, o cinema não teria atingido o nível que possui atualmente.

A história de George Meliès, que acabou em 1938 sem a magia que costumava apresentar em seus espetáculos, pode ser conferida no filme “A Invenção de Hugo Cabret” (2012), dirigido por Martin Scorsese.


Conheça um pouco mais do nosso trabalho:
https://pt-br.facebook.com/canaldailha/
 

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *