Loading...

Categorias

Canal da Ilha

Quarentena: como aproveitar esse tempo ao seu favor

Devido aos últimos acontecimentos e os números cada vez mais preocupantes do Coronavírus no Brasil, alguns estados anunciaram medidas de distanciamento social e quarentena na tentativa de conter o avanço da doença.

Comércio, instituições e escolas fecharam, com o objetivo de incentivar as pessoas a seguirem as recomendações do Ministério da Saúde para ficarem em casa. Por mais alarmante que a situação se apresente, agora é preciso ter calma e paciência.

Para isso, nesse período de reclusão, surge uma oportunidade das pessoas de alavancarem seus projetos pessoais e tentarem realizar atividades em que geralmente não tem tempo. Muitas empresas também estão disponibilizando serviços para as pessoas se entreterem no período da quarentena. Você pode agora fazer cursos que sempre quis da sua casa!

O Canal da Ilha separou algumas dicas para você colocar em prática:

  • Cursos de ensino á distância

Grandes escolas disponibilizaram cursos online gratuitos e com certificado, nos mais variados temas. Harvard disponibilizou 100 cursos em 14 áreas: artes e design, negócios e gestão, ciências da computação, governo, leis e política e outros.

A FGV também liberou 55 cursos online, gratuitos e com certificado. As formações duram entre 4h e 30h horas e são nas áreas de direito, economia, liderança e pessoas, educação, finanças, marketing e vendas.

Outras plataformas como a Casa do Saber, Olhar de Cinema, Udemy e Senai também disponibilizaram cursos para quem está em casa. É só conferir o seu tema de interesse e dar play!

  • Treinamento físico

Empresas que realizam treinos físicos e as mais diversas modalidades de exercícios para o corpo também foram disponibilizadas, como as da rede de academias SmartFit, com uma plataforma de treinos online com aulas em vídeo.

A Bodytech também está oferecendo o aplicativo BTFIT gratuitamente durante 15 dias para qualquer pessoa.

Ainda, a Nike Training Club e a plataforma do YouTube já tinham disponibilizado material gratuito antes da quarentena. Que tal colocar em prática agora?

  • Livros, filmes e séries

SPCine, empresa de cinema e audiovisual de São Paulo, liberou todo o seu catálogo gratuitamente até o dia 17 de abril. Os usuários podem acessar os filmes de diretores como Hector Babenco, Zé do Caixão e Lúcia Murat gratuitamente.

Além dessas opções, NetflixHBO GoMubi e Starz Play continuam sendo alternativas de streaming com catálogos extensos de filmes e séries para maratonar, com opções de 1 mês gratuito.

Ainda, o Globoplay liberou por um mês, mais de 30 títulos para quem não é assinante. São duas categorias de conteúdos: uma voltada para crianças, e uma voltada para adolescentes.

Para quem é assinante de TV, as operadoras também liberaram material para a quarentena. Sky, Claro/NET, Vivo e Oi TV disponibilizaram mais de 70 emissoras sem custo para todos os assinantes, como Telecine, SporTV, Discovery, Paramount, Sony, entre tantos outros.

Para os amantes de um bom livro, a Amazon e a Saraiva também entra na lista de empresas que liberaram centenas de obras para quem está em casa.

  • Coloque em prática o que você sempre quis fazer

Agora é com você. Se você sempre teve vontade de, por exemplo, aprender um instrumento, o site Cifra Club possui uma seção chamada “Aprender” que disponibiliza um vasto catálogo de vídeos grátis com profissionais que ensinam os mais diversos instrumentos.

Outra opção é aprender um idioma. Para isso, o Duolingo, um site e aplicativo para celular, oferece pequenas aulas de idiomas estrangeiros de graça.

Para esse momento de reclusão, meditar também pode ser uma atividade para implantar no seu dia a dia. Você pode acompanhar sessões de meditação pelos aplicativos gratuitos Zen e Meditopia, disponíveis para Android e iPhone.

Use toda a sua criatividade nesse momento, e tente enxergá-lo como um momento de investir no que você sempre quis fazer. Lembrando que a Internet é uma grande plataforma, onde você consegue encontrar todos os materiais que você precisa!

— por Julia Cortezia, Canal da Ilha

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *