Loading...

Categorias

Canal da Ilha

Como estimular criatividade e inovação no seu negócio

O dia 21 de Abril é marcado pelo Dia Mundial da Criatividade e Inovação. Esses são dois ganchos importantes para que toda empresa consiga investir para se desenvolver e alcançar resultados surpreendentes.

Com o desenvolvimento da tecnologia, os novos meios de comunicação estão sendo cada vez mais utilizados e ressignificados para as estratégias de marketing das empresas.

Cada vez mais, empresas estão desenvolvendo produtos e serviços diferenciados e adequados para o estilo de vida das pessoas, fornecendo inovações de processos e criação de novos valores, usos mais criativos de produtos e também da publicidade deles.

Dessa forma, algumas medidas podem ser tomadas pela empresa para tornar um ambiente propício para o desenvolvimento da criatividade. Primeiro, deve-se entender que a criatividade é anterior à inovação.

A criatividade é a capacidade de pensar em ideias. Observar, capturar referências e desenvolver um olhar diferente e crítico para coisas comuns são parte do processo criativo. E isso é feito com muito treino.

Já a inovação é o processo de colocar a sua ideia criativa em prática, na condição de dar resultados novos que gerem valor. O primeiro ponto então para esse processo é estabelecer os objetivos da empresa, tendo suas metas e objetivos bem claros.

A partir dos funcionários terem conhecimento de quais as potencialidades da empresa, eles conseguirão desenvolver seus pontos mais fortes, e também melhorar os mais fracos.

Dessa maneira, você deve criar uma cultura na empresa e manter um ambiente apropriado para que seus funcionários consigam se sentir confortáveis e desenvolver ideias. Fazer uma comunicação efetiva dos funcionários de todos os setores permite com que todos saibam o que acontece e o que pode ser melhorado e recriado.

Se organizar e colocar responsáveis por colocar as ideias em prática é fundamental. A gestão da criatividade deve incentivar também a vontade da empresa de apoiar novas ideias e tirá-las do papel.

Investir em palestras, treinamentos e outras ações estratégicas para os funcionários da empresa também permitem com que eles se sintam confortáveis em buscar inovação. Pode-se também gratificar funcionários com premiações e reconhecimentos.

Um exemplo é o Google, que incentiva os seus funcionários para que eles dediquem 20% do seu tempo de trabalho para ideias pessoais e inovativas.

Manter uma relação com os colaboradores também é essencial, mantendo um diálogo aberto e apresentando referências de sucesso do mercado.

Por fim, as empresas que queiram investir em criatividade e inovação devem realizar mudanças organizacionais internas e separar tempo para a dedicação dos funcionários a ideias inovadoras. Criar essa cultura e colocar em prática é essencial para se destacar no mercado!

por Julia Cortezia, Canal da Ilha

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *