Loading...

Categorias

Canal da Ilha

“Que a força esteja com você!”: Como o fenômeno de Star Wars revolucionou o cinema

O dia 4 de Maio ficou mundialmente conhecido como o Star Wars Day. Isso porque a data foi o mês de lançamento dos 6 primeiros filmes da franquia, e porque o dia faz um trocadilho com a frase icônica da obra “May the Force be with you” (Que a força esteja com você), e a data “May the Fourth”.

Star Wars se tornou um grande fenômeno em pouco tempo após sua estreia, e hoje, 43 anos depois, o filme ainda é um sucesso e referência no cinema. Star Wars surgiu em uma época em que o cinema estava se inovando, e foi um grande marco para a indústria como conhecemos hoje.

Ao todo, já foram 11 filmes lançados. A estreia do primeiro foi feita em somente 32 salas de cinema dos Estados Unidos, pois não sabiam como o público ia reagir com a nova estética proposta por Star Wars. Entretanto, o filme foi um verdadeiro blockbuster e ultrapassou o maior número de bilheterias vendidas, anteriormente do filme “Tubarão” (“Jaws”).

  • A frente de seu tempo

A obra revolucionou a indústria dos efeitos especiais e da sonoplastia. O diretor George Lucas criou a trama, mas sabia das limitações existentes da época em fazer um filmes com guerras no espaço. Dessa forma, ele criou sua própria empresa de efeitos especiais: a Industrial Light & Magic, a ILM, que tornou-se uma divisão da produtora da Lucasfilm.

A invenção da Dykstraflex, uma câmera que controlava digitalmente os movimentos sob diferentes ângulos, foi a grande chave da criação das famosas batalhas no espaço. John Dykstra, seu inventor, ganhou dois Oscars com a primeira divulgação da saga e terminou se transformando em um dos mestres dos efeitos especiais.

Mas, ainda muito além disso, Star Wars foi um dos primeiros filmes a usar a trama que contava a jornada de um herói, incentivando muitos filmes a seguirem esse padrão. O filme virou uma grande referência de ficção científica, iniciando na década de 80 outros filmes do gênero, como “Blade Runner”, “E.T.”, “RoboCop”, “Ghostbusters” e “Tron”.

  • Marketing e um novo jeito de adoração

Star Wars também revolucionou o mercado para os fãs: por se tratar de uma obra de “há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante”, a trama foi a primeira a conseguir arranjar dinheiro com brinquedos relacionados ao filme, como bonecos de personagens, naves, uniformes, cenários e sabres de luz. Foram lançados também uma série de produtos relacionados, como desenhos animados, livros, revista em quadrinhos, séries de tv e tudo mais que os produtores conseguiam imaginar.

Ainda, a trama envolveu uma criação de um universo completamente profundo e detalhado, com sociedades e modos de viver diferentes, podendo se desdobrar em sub-narrativas e produtos derivados.

Dessa forma, isso abriu para os fãs um mundo em que eles possam desenvolver histórias fictícias dentro desse universo, as chamadas “fanfics”; um glossário onde encontramos termos utilizados dentro do universo de Star Wars, e não podemos deixar de citar os inúmeros eventos que ocorrem ao redor do mundo até hoje, reunindo fãs que realizam a prática dos cosplays, com vestimentas fiéis aos personagens da saga.

O sucesso de Star Wars se alinha a todo um planejamento e criatividade impecável de Lucas. Ele foi pioneiro em novas tecnologias de filmagem, técnicas de som e, sobretudo, um novo modo de pensar sobre ficção científica, que virou uma grande inspiração e referência aos filmes produzidos a seguir, transformando a indústria do cinema.

por Julia Cortezia, Canal da Ilha

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *