Loading...

Categorias

Canal da Ilha

Pandemia provoca grandes mudanças no perfil dos consumidores

A empresa de pagamentos Stone disponibilizou recentemente informações sobre o novo perfil dos consumidores frente à pandemia do Coronavírus.

Na pesquisa, dados mostram os períodos de consumo do começo do ano, de 5 de janeiro a 21 de março, e de 22 de março a 17 de abril, onde entramos em período de isolamento social, modificando todos os hábitos cotidianos que a população realizava normalmente.

Um dos grandes destaques é a diminuição drástica do setor de turismo e eventos, devido á quarentena. Com a proliferação do vírus, as pessoas estão permanecendo em casa e evitando grandes locomoções.

Dessa forma, setores como peças para veículos, máquinas, equipamentos e material para construção também caíram, já que nesse período os automóveis não estão sendo tão utilizados e existe uma menor demanda em serviços de obras.

A falta de democratização

Outra grande mudança é o investimento em educação – uma área que tem sido muito prejudicada dentro desse cenário. Escolas, faculdades e cursos acabaram sendo suspensos por conta de se configurarem em grandes aglomerações.

Dessa forma, muitos cursos estão sendo realizados à distância, na configuração de EaD. Entretanto, nem todos os lares do Brasil possuem acesso à internet – em 2018, uma pesquisa da TIC Kids Online Brasil mostrou que aproximadamente 3,8 milhões de crianças e adolescentes de 9 a 17 anos não possuem acesso em seus domicílios, o que dificulta o desenvolvimento da aprendizagem.

Ainda, mesmo com o acesso, muitos estudantes demonstraram a dificuldade em cumprir a grade curricular em suas casas, já que a falta de contato humano muda toda a atmosfera. A discussão se estende também para o meio universitário.

Alto crescimento

Em contrapartida, setores como comidas, bebidas e atacado cresceram fortemente, ao apostarem nos deliverys. Pesquisas mostram que a popularidade das entregas à domicílio tem aumentado, principalmente no setor de restaurantes, bebidas e mercado.

Como a população tende a ficar cada vez mais tempo em casa, a pesquisa mostra que os consumidores acabam construindo um espaço de lazer, consumindo cada vez mais produtos de limpeza, produtos de beleza e higiene.

Em uma situação de pandemia, o Brasil e o mundo inteiro passa a viver em crise. Nesse cenário, cria-se uma rede de apoio entre algumas iniciativas do governo, entidades e sociedade civil. Muitas empresas privadas também estão se mobilizando para ajudar os mais vulneráveis, com demandas de doações como itens de higiene, alimentos, valores em dinheiro e serviços.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *