Loading...

Categorias

Canal da Ilha

f

Top five de lançamento de séries da Netlix para maratonar

Se olharmos para a história de Bauru, vemos que centro da cidade ganhou seus contornos entre as décadas de 30 e 40.  Foi nesse período que o comércio começou a se desenvolver, por conta das ferrovias e seus operários que movimentavam um grande fluxo de viajantes e homens a trabalho, principalmente na construção da malha ferroviária que estava em plena expansão no interior de São Paulo.

Desde então o eixo que vai da Praça da Matriz (ou Rui Barbosa) até a estação ferroviária, na Praça Machado de Melo é considerado a célula núcleo da cidade, que além de ser referência econômica do munícipio, passou a ser um local que oferece diversos atrativos. Mas você sabe o que o centro de Bauru pode oferecer de bacana para quem frequenta o lugar?

A produtora Canal da Ilha pesquisou algumas sugestões para aproveitar o Centro de Bauru para passear, fazer comprar e até adquirir cultura. Veja nossas dicas:

Um forte comércio se instalou na Batista de Carvalho e sua redondeza, há quem use o termo “batistar” quando se refere a dar uma passeada naquela região para tirar o estresse.  Lá se encontra todo tipo de comércio como de roupas, sapatos, cosméticos, joias, eletrônicos, perfumes, presentes e tudo o mais que pensar. Podemos dizer que a Batista é o coração do centro de Bauru.  No seu entorno pode-se comer lanches em pequenas barracas de rua ou até mesmo em lanchonetes, além de alguns restaurantes, pastelaria e até o restaurante popular “Bom Prato”, instalado pelo governo do Estado e que oferece refeições ao valor simbólico de R$ 1,00.

Na praça Rui Barbosa há um charmoso Coreto, onde vez ou outra são realizadas apresentações musicais, e lá também conta com uma catedral, que foi inaugurada em 1897 e é uma das igrejas mais antigas da cidade.

Na região do centro, além do comércio é possível encontrar espaços de cultura, como por exemplo no Museu Ferroviário, criado em 11 de julho de 1969 e que fica na rua Primeiro de Agosto, ao lado da Estação Ferroviária, antigo escritório da Diretoria Administrativa da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil.

No centro também existe uma Pinacoteca (Casa Ponce Paz) que atua no município como espaço de ensino, preservação e fomento das Artes Visuais e oferece oficinas artísticas para os interessados, além de exposições abertas ao público na Rua Antônio Alves, 9-10.

E para fechar nossas dicas, existe um curioso local que é o empório Extinção. Trata-se de um espaço cultural que existe desde 2003 e que é especializado em LPs, vestuário e arte alternativa. Além disso, conta com eventos que promovem a leitura e o cinema livre gratuito e fica na rua Cussy Júnior, 8-17.

Faça sua escolha e aproveite o que o centro de Bauru oferece em atrativos comerciais e culturais.

Post a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *