Blog Canal da Ilha

logo
Pod da Ilha

Uma conversa gastronômica com Chef Moa: assista ao 7º episódio do Pod da Ilha

Nascido em Salvador, Bahia, mas criado em um orfanato, na cidade de Lauro de Freitas, Moacir Santana só veio para São Paulo após terminar a graduação na faculdade de gastronomia, aos 20 anos. Hoje em dia Chef Moa, como é conhecido, é um grande nome da gastronomia local e referência nacional.  No 7º episódio do Pod da Ilha, Moacir foi o insulano da vez, compartilhando com nosso anfitrião e ouvintes um pouco mais de sua trajetória e experiências profissionais.

Para o Chef Moa, “cozinhar é como escovar os dentes, você aprende”, assim, depois de entender melhor sobre as técnicas e utensílios, tudo fica fácil de fazer. Ele ainda comenta que acredita existir dois tipos de cozinheiros, o poeta e o caçador. O poeta é aquele que vê uma cenoura, por exemplo, e a imagina de várias formas. Por sua vez, o caçador opta pelo tradicional: corta e come. 

Sua relação com a cozinha começou ainda pequeno quando ele e mais dois irmãos foram colocados de castigo para lavar panelas na cozinha de casa após “aprontarem” tentando fazer uma cocada entre as bananeiras do quintal. Durante seu tempo de castigo, começou a ajudar as tias a cortarem cebola, alho e outros ingredientes e quando se deu conta, já estava cozinhando. 

O próximo passo foi se profissionalizar em uma faculdade de gastronomia, ainda na Bahia. Sobre isso, comenta que quando começou sua experiência na culinária, tinha o hábito de cozinhar para muitas pessoas, e foi só durante a graduação que aprendeu os pratos mais elaborados. 

Sua vinda para o estado de São Paulo partiu de convite, vindo de um amigo, para trabalhar em um bistrô na cidade de Jaú. Quando mudou-se da cidade veio para Bauru e ainda afirma: “Bauru que me escolheu”. No início trabalhava em um restaurante muito exclusivo e para um público seleto, o que o incomoda por que defende que “comida é algo para incluir todo mundo”.

Pensando nisso passou a vender acarajés nas feiras da cidade, levando-o a ser mais conhecido. Essa iniciativa promoveu o encontro entre o Chef e os donos do Bar da Rosa, que hoje em dia também se tornou sócio. Depois de algumas mudanças no local, hoje o bar é um dos restaurantes mais conhecidos na cidade e ele ainda afirma que isso acontece por que “a comida tem que ter sabor, preço justo e atender todo tipo de público”, pré-requisitos cumpridos pelo ponto gastronômico.

A carreira do Chef Moacir não se resume apenas a cidade de Bauru. Ele já participou de reality shows de culinária como “Que seja Doce”, da GNT e “Mestres do Sabor”, da Rede Globo. Hoje em dia faz parte do corpo de jurados de um programa do mesmo gênero, “Rolling Kitchen Brasil”, também no GNT. 

Durante o episódio ele também conversa sobre os impactos que essas participações trouxeram em sua vida profissional, criando conexões não só em Bauru, mas em grandes capitais como São Paulo e Rio de Janeiro. 

Para conhecer um pouco mais sobre a história do Chef Moacir Santana e conferir também os próximos passos, basta assistir ao episódio completo em nosso canal do YouTube, ou os principais destaques em nossas redes sociais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.